sc.abra

Centro de Inovação em Gastronomia Abrasel é lançado em Florianópolis

Com o objetivo de conectar o ecossistema de tecnologia e inovação com o setor de gastronomia, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-SC) lança o Centro de Inovação em Gastronomia Abrasel (CIGA). Esse novo projeto, inspirado nos ecossistemas de tecnologia, visa conectar toda a cadeia da alimentação fora do lar, a chamada food service, com o mundo da inovação e das soluções tecnológicas. O presidente da Abrasel-SC, Raphael Dabdab, afirma que o projeto está alinhado com a nova fase do setor que, com a pandemia, passou a ter o desafio de usar mais tecnologia, especialmente para vendas. O CIGA é em parceria com o Impact Hub Floripa e a empresa Mauá Venture, começa em Florianópolis, mas poderá ser implantado em outras cidades brasileiras. Por ser escalável, não foram feitas projeções gerais de investimentos e geração de empregos, explica Dabdab.

O novo centro de inovação segue o modelo de ecossistemas da área de tecnologia, por isso oferecerá soluções semelhantes. Contará com observatório da gastronomia, pré-incubadora de negócios, incubadora de startups, o laboratório de inovação aberta, coworking, kitchen lab, match empresas x startups, espaço multiuso, cursos, missões empresariais, escritórios e show room Abrasel. O plano prevê também atrair investidores em startups para facilitar o desenvolvimento dos negócios.

- A gente buscou conectar duas vocações que Santa Catarina tem, que são os setores de inovação e tecnologia com a gastronomia. Somos referência nessas duas áreas e até então não existia nenhum projeto no Brasil assim, aproximando foodtechs – startups do setor de alimentos – com a área de gastronomia – afirma Dabdab. O CIGA está baseado no Impact Hub da rua Bocaiúva, no Centro de Florianópolis, onde ficará até o final do primeiro semestre do ano que vem. Depois, vai mudar para o empreendimento Bewiki, um projeto residencial da Real Urbanismo com centro de serviços e área gastronômica que está sendo construído atrás do Hospital de Olhos de Florianópolis, próximo da Avenida Hercílio Luz. Conforme Dabdab, no ano em que a Abrasel-SC completa 25 anos, a entidade lança esse projeto que é inédito no país. Começou a ser idealizado há três anos, muito influenciado pelo convívio saudável entre entidades e instituições, especialmente com a como a Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), Associação Empresarial de Florianópolis (Acif) e o Sebrae-SC.

O sócio da Mauá Ventures, Marcus Rocha, explica que o projeto começa agora com o observatório da gastronomia, a incubadora denonminada Fermento, o laboratório de inovação aberta Gastrolab, coworking e o Match, que vai aproximar startup de empresas de acordo com os interesses específicos. Na segunda fase, a Abrasel entra com o seu show room e governança, também serão iniciadas missões, cursos online e presenciais. Com a inauguração do Bewiki, o CIGA montará no novo endereço o kitchen lab, espaços multiuso, escritórios e a pré-incubadora. O objetivo é atrair empreendedores e a comunidade. - Quando a gente fala em foodtechs, dada a natureza de Florianópos onde temos muitas empresas de tecnologia da informação, a gente pensa em empresa de TI, mas não só elas. Isso porque vai além. Falamos em equipamentos, produtos químicos para limpeza ou até de um aditivo que aumente a duração do alimento. Um dos exemplos de foodtech é o hambúrguer que parece de carne mas não é. Muitas startups têm soluções, mas precisam validá-las. Também precisam de investimentos para crescer. O novo centro vai aproximar esses negócios – diz Marcus Rocha. Para a incubadora focada em gastronomia, a Abrasel está buscando parceria com entidades do Sistema S, como o Senac e o Senai. O laboratório de inovação aberta vai aproximar startups de grandes empresas de alimentos. De acordo com Dabdab, o objetivo é aproximar todos os elos da cadeia do food service, incluindo fornecedores de equipamentos. Entre as novidades importantes está um restaurante temporário ou popup (no inglês), para que empreendedores testem produtos ou um novo negócio antes de abrir em definitivo. Além da cadeia de food service, o novo centro vai buscar uma aproximação com a economia criativa, nas áreas de entretenimento, música, arte, cultura e eventos. Para Marcus Rocha, Florianópolis é a cidade ideal para começar um modelo assim porque é reconhecida pela Unesco como “Cidade criativa na área de gastronomia” desde 2014.

Fonte - https://www.nsctotal.com.br/colunistas/estela-benetti/centro-de-inovacao-em-gastronomia-abrasel-e-lancado-em-florianopolis

Por - Estela Benetti

Data - 11/09/2020

Comentários