sc.abra

Florianópolis deu um passo à frente na direção da liberdade, ao tornar o processo de obtenção deste alvará menos burocrático e mais consciente, como no caso da autodeclaração. Projeto de lei do então vereador Bruno Souza (hoje deputado estadual), elaborado juntamente com o vereador Miltinho Barcelos e com apoio da Abrasel, foi finalmente sancionado pelo prefeito Gean Loureiro. Abaixo, os detalhes do que entra em vigor:
- Expande o número de estabelecimentos que poderão solicitar o alvará sanitário apenas com a avaliação documental, sem ter de aguardar a visita de um agente da vigilância;
- Retira a necessidade de obtenção do alvará de funcionamento para retirada do alvará sanitário, uma burocracia que atrapalhava tanto os agentes da vigilância quanto o membro do setor produtivo;
- Cria a classificação "Não se aplica" para estabelecimentos que não possuem a necessidade de alvará sanitário. Um exemplo: escritórios em geral, que não apresentam riscos sanitários, não necessitarão mais de alvará.

Comentários