sc.abra

Sem os incentivos fiscais para alguns segmentos da indústria, supermercados e restaurantes de Santa Catarina começam a reajustar os preços dos alimentos entre 5% e 10%. Confira as clipagens:

Comentários